segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Pontilhismo - Movimento Pós-impressionista

O Projeto de Artes foi desenvolvido com os alunos do 1° ano  ensino médio que  observaram a obra “Pinheiro em Saint-Tropez” (1909), de Paul Signac, com o objetivo de concentrar os pontos de várias maneiras e preencher todos os espaços para formar uma imagem.

 Pontilhismo:
            O pontilhismo surgiu na França em meados da década de 1880 como um movimento pós-impressionista, sendo uma reação aos próprios impressionistas. O Pontilhismo nasceu da observação de que pontinhos de cores puras colocados cuidadosamente lado a lado produziam o mesmo efeito de misturar as mesmas cores na paleta.

Mestres e Pintores do Pontilhismo
            Seurat foi o mais notável dos pintores pontilhistas. Suas telas Um domingo de verão na Grande Jatte, (1884-1886; Instituto de Arte de Chicago), O desfile do circo (1887) e a inacabada obra-prima O circo (1890-1891) são admitidas unanimemente como os pontos culminantes do movimento.
          Signac começou como impressionista ao lado de Seraut, pintou sobretudo paisagem. Exerceu influência considerável sobre outros estilos, como o fauvismo e o cubismo.

Mestre do Pontilhismo no Brasil:

No Brasil, diversos artistas entre 1889 e 1930, empregaram o pontilhismo. Destacam-se, nesse sentido, Belmiro de Almeida, Eliseu Visconti, Rodolfo Chambelland e Artur Timóteo da Costa, entre outros. O painel central do teto do foyer do Theatro Municipal do Rio de Janeiro é um exemplo. Nele Eliseu Visconti empregou vários estilos e procedimentos artísticos, inclusive o pontilhismo.

Professora Responsável: Débora de C.E.C






2 comentários: